São Clínicas De Saúde (nutrição E Fisioterapia)

30 Mar 2019 05:13
Tags

Back to list of posts

<h1>S&atilde;o Cl&iacute;nicas De Sa&uacute;de (nutri&ccedil;&atilde;o E Fisioterapia)</h1>

<p>N&atilde;o, n&atilde;o &eacute; de Viveiro De Flores - Gabriela Tratz . Um doutorado sandu&iacute;che &eacute; um programa de bolsa de Concurso P&uacute;blico Prefeitura De Comodoro o estudante tem a oportunidade de fazer quota (de alguns meses a um ano) do teu curso de doutorado em outra institui&ccedil;&atilde;o brasileira ou internacional. P&oacute;s-Gradua&ccedil;&atilde;o Stricto Sensu , pra participar, o estudante precisa estar matriculado h&aacute; ao menos um ano em um doutorado de uma universidade ou faculdade brasileira. Em ingl&ecirc;s, tem o nome de split PhD, e podes ser cumprido em diversos pa&iacute;ses e em v&aacute;rias &aacute;reas de estudo.</p>

<p>Conheo v&aacute;rias outros alunos que foram humilhados e passaram por situaes difceis; qualquer coisa comum. No fundo, um est&aacute;gio. Os orientadores, no momento em que alunos, passaram pelas mesmas coisas e replicam isso, achando normal. Eu deveria seguir uma carga horria de 4 a 6 horas dirias, de acordo com a regra da bolsa. Mas no h fiscalizao e ningum entende o que se passa dentro de um laboratrio.</p>

<p>Quem manda o orientador, que no se apossa s&oacute; do teu servi&ccedil;o, todavia tambm da sua vida pessoal a depender de teu temperamento. Tem dias que passo doze horas na faculdade, mais propriamente num laboratrio que no tem que ter mais que cinco metros quadrados. E no em raz&atilde;o de tenho muito servi&ccedil;o a fazer, contudo por capricho do chefe.</p>

<p>Quanto ao meu projeto, meu orientador faz questo de lembrar-me com estes termos: “Voc est fodida”. Acabei o mestrado h 2 anos e no consigo abrir a minha dissertao. Minha ex-orientadora tornou-se um pesadelo, ainda ando nas ruas conferindo todas as placas dos autom&oacute;veis do mesmo padr&atilde;o que ela tinha.</p>

<p>Ela a toda a hora trabalhou com o esquema de hierarquia, em que ela, que estava no topo, podia fazer tudo, e ns deveramos aceitar calados. Ao entrar no mestrado sofri com as cobranas exageradas; fiquei doente, precisei de socorro de psiclogo e neurologista, tive crises de tristeza, no conseguia dormir. Pensava em suicdio, sim. No doutorado tentamos retirar a medicao, uma vez que parecia que havia me adaptando rotina.</p>

<p style="clear:both;text-align: center &lt;strong&gt;&lt;q&gt;Dentro do laboratrio nem sempre as coisas funcionam bem.&lt;/q&gt;&lt;/strong&gt;&lt;/p&gt;&lt;p&gt;No deu correto. Em um ms, a amargura e a insnia tinham retornado. … a jornada chega a 12h dirias. Alm disso, temos de gerar posts e publicar inmeros relatrios pra agncias de fomento. Dentro do laboratrio n&atilde;o &eacute; sempre que as coisas funcionam bem. Sim, as coisas s&atilde;o capazes de oferecer errado, por&eacute;m dentro da cincia o defeito era a toda a hora meu, e tambm dos meus colegas, no entanto nunca dos orientadores. O aluno de ps no um trabalhador: no h salrio, h bolsa; no h frias; no h funo especfica; uma espcie de escravido.&lt;/p&gt;&lt;br/&gt;&lt;p style=" clear:both;text-align:="" center="" <strong=""><q>Tudo isto machuca muito.</q></p>
<p>Que ps-graduando nunca entrou no laboratrio s 7h e saiu s 23h? Em Limbo Regulat&oacute;rio, Mosquito Transg&ecirc;nico Progride No Brasil at o dia 24/doze no laboratrio? Qual nunca teve que refor&ccedil;ar o mesmo experimento duzentos vezes s para notabilizar ao orientador que a hiptese dele estava errada? Tudo isto machuca muito. Quantos professores no abrem a boca s para ferir o aluno?</p>
<ul>

<li>Cinco UFRJ (Institui&ccedil;&atilde;o Federal do Rio de Janeiro) Brasil</li>

<li>Faculdade do Vale do Itaja&iacute; (Univali)</li>

<li>&agrave;s 13h - DISCUSS&Atilde;O DO PAINEL Sobre MEDIDAS PREVENTIVAS Pros Imensos MODAIS DE TRANSPORTE</li>

<li>19- Instituto Tecnol&oacute;gico Aut&oacute;nomo de M&eacute;xico (ITAM) Mexico</li>

<li>Diploma de gradua&ccedil;&atilde;o</li>

<li>O equipamento de estudo (v&iacute;deo-aulas e apostilas) poder&aacute; ser acessado a cada instante</li>

</ul>

<p>Poucos so aqueles que protegem e ensinam. O medo e a vergonha de ser rotulado de fraco, de demente, de excessivo so maiores do que a desejo de gritar. Como ser indiferente a jornadas cansativas, professores semideuses, orientadores abusivos? Nunca me senti tratado como gente no tempo em que estive pela ps, visto que colocar famlia, sade ou lazer, mesmo que poucas vezes, frente das atividades acadmicas visto como crime.</p>

<p>No foram poucos os amigos que desistiram. Pior ainda, outros permaneceram, vivendo a apoio de remdio pra oferecer conta. Eu j acordei p&aacute;vida ap&oacute;s imaginar com meu orientador me questionando por encontrar-se dormindo. Isso no momento em que eu conseguia dormir. Tive que me encher de ansiolticos e antidepressivos pra ceder conta de continuar viva.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License